15 de julho de 2014

Frente de Esquerda em SP é mudança pra valer!

15/07/2014 - Após 20 anos de governos do PSDB, o estado de São Paulo sofre com as privatizações, o roubo nos pedágios, o caos no transporte, na saúde, na educação pública e o crescimento da violência.  Vivemos no estado mais rico do país, mas a falta d ́água já virou realidade para 23% da população. 

Os mais afetados são os moradores da periferia. Nos trens e ônibus, a  superlotação e a falta de investimento provocam paralisações constantes e o aumento dos casos de assédio sexual.  A educação e a saúde públicas foram abandonadas. O salário dos professores é uma vergonha. 

O número crescente de assassinatos, roubos e execuções deixa a população insegura. Nas periferias, a situação é ainda pior, pois a violência do crime organizado se soma à violência policial contra os negros e pobres, que são as principais  vítimas.  A cruel e violenta desocupação do Pinheirinho e a demissão de 42 metroviários são demonstrações de que Alckmin e o PSDB não se importam com os trabalhadores e os mais pobres.

Padilha (PT) e Skaf (PMDB) não são alternativas
Os trabalhadores e a juventude querem mudanças! Estamos na luta por saúde, educação e transportes públicos e de qualidade. Queremos São Paulo para os trabalhadores e a maioria do povo!

O PT e Alexandre Padilha não são alternativas para derrotar o PSDB em SP. O PT fala mal dos tucanos e da velha direita, mas tem a mesma política econômica e se alia a partidos como o PR, aos corruptos, empreiteiras e banqueiros. Tentou ter Maluf na sua aliança, mas foi abandonado por um dos símbolos da corrupção no país.

Outras candidaturas dos ricos, como a de Paulo Skaf (PMDB), presidente do sindicato dos patrões (Fiesp), também representam a mesma política que favorece os empresários. Skaf fechou sua aliança conservadora com o corrupto Maluf, e com o PSD, de Kassab.

0 comentários:

Postar um comentário